terça-feira, 11 de outubro de 2011

SUAVIDADE DEPOIS DAS FOTOS







NÃO VOU COLOCAR MAIS AS FOTOS SENTI QUE É MEIO... BEM, DEIXAMOS ASSIM!

8 comentários:

O Profeta disse...

O tempo corre em sua em sua invisível viagem
Um Santo nunca dorme no altar
Um barco sobe e desce cada onda do Mar
Um cais de partida também acolhe o chegar

São tantos os mistérios que encontrei na vida
Cruzei com gente desconhecida que conhecia bem
Falei e falo com gente que partiu desta vida
Sinto tanto aroma perdido que este tempo guarda e tem

Mágico beijo

Jerri Dias disse...

Ah, eu acho muito interessantes essas fotos. Pode colocar mais :-)

Tempo sem passar aqui.

Beijo.

JOYCE LIBBYR disse...

Sua abordagem foi muito sensível e poética. amei...

Estela disse...

Oi Martha,
Existe, de certa forma, uma relutância em se tirar e olhar fotos dos mortos... Mas se for gente famosa ninguém liga, não é mesmo?
Continue colocando as fotos...
Fotografia é arte.

Que bom que está de volta!
Bjs.

O Sibarita disse...

Valha-me Cristo! kkkkkkk

Que porreta e por que não continuar?

Continue dona moça!

O Sibarita

CARLOS BARROCO disse...

SEU BLOG É EXTREMAMENTE INTERESSANTE
PELO ASPECTO HISTORICO, CONTINUE PARABÉNS PELO TEXCELENTE TRABALHO

O Sibarita disse...

Oi,oi... kkk vamos sair da inércia e postar, viu dona menina?

O Sibarita

Dilmar Gomes disse...

Martha, gosto padrão dos cemintérios americanos. Gosto mais ainda do estilo do Jardim da Paz de Porto Alegre, porque mais parece um um parque.
Um abraço.